terça-feira, 23 de outubro de 2012

Desembargador Motta, 3574

Sabe qual é a sensação de fazer pela primeira vez alguma coisa que você sempre quis? Senti isso quando viajei sozinha para Curitiba, em julho deste ano. Recebi a oportunidade de desempenhar meu job lá no Paraná. Nunca tinha pisado no Sul do país, e sempre invejei o frio que faz por aqueles cantos. É claro que aceitei em milésimos de segundo! Foram só alguns dias, de quinta-feira até domingo: o bastante para recuperar a minha sanidade e vontade de viver, já que Recife e seus cidadãos, na época, estavam sufocando meu coraçãozinho. 

Foi uma experiência maravilhosa e por isso indico muito: viaje, nem que seja forever alone. É um baita remédio para a alma. E também aceite desafios sem pestanejar. Foi o que fiz: apresentei, pela primeira vez, o trabalho que venho fazendo apenas nos bastidores. Conheci meus importantes clientes e mostrei para eles meus conhecimentos de social media. Entendi mais o que eles esperavam de mim, da minha empresa. Conheci mais de mim mesma: o nervosismo ficou de lado quando falei de algo que fazia todos os dias e gostava muito. Respondi a dúvidas, ri com alguns achados do job e saí de lá morrendo de vontade de trabalhar mais ainda pelo que acredito.

A noite de sexta-feira, o sábado e a manhã do domingo foram os dias de turismo. Parecem poucos dias, mas com passeios planejados e otimização do tempo (para quê dormir mais de cinco horas, afinal?), tudo pareceu correr bem. Saí de lá pois era preciso, voltei para Recife com felicidade de reencontrar alguns amados. Tipo aquela célebre citação que é um filme: "viajo porque preciso, volto porque te amo". Isso nunca pareceu se encaixar tão bem no contexto daquele final de semana incrível com pessoas inéditas. 

Não tirei tantas fotos quanto gostaria, mas fiz uma seleção da viagem para vocês verem. O que mais me impressionou em Curitiba foi o planejamento de arborização da cidade. Fiquei completamente apaixonada pela limpeza das ruas, organização dos ônibus e demais serviços, e o verde que o lugar emanava a cada esquina. 

A dica para quem quer conhecer os principais pontos turísticos é pegar a Linha Turismo. Com ela, é possível conhecer os parques, praças, teatros, museus e demais atrações. Lembro que fiquei apaixonada pela Ópera de Arame, o Museu Oscar Niemeyer e o Jardim Botânico.



Meus momentos mais solitários: viajar no avião, conversando com estranhos que provavelmente nunca mais verei na vida, e devorar um café da manhã digno para um dia diferente de trabalho.


Essa foi a dica do meu cliente super fofo que almoçou comigo e com minha chefa. "The best burger in the world" é ousado no slogan, e tem realmente um sabor delicioso (e nem é tão caro). 



Pedacinhos do hostel que fiquei hospedada. Pimentinhas crescidas e quadrinhos bem feios na descida das escadas.


Alguém está vendo alguma coisa ali dentro? Esse é o chopp submarino, tomei lá no Schwarzwald - Bar do Alemão. Tem um canequinho ali, e no dia perguntei ao garçom se podia levar comigo. Ele foi bem sucinto e mandou olhar embaixo do canequinho, nem deu muita atenção. Estava escrito: "Este caneco foi roubado honestamente.". Morri de amores por esse lugar. 



  

Museu Oscar Niemeyer: espetacular. Quero voltar milhões de vezes!





Filho sendo abduzido no Jardim Botânico.




Essa florzinha amarela se chama amor perfeito. Sabia que encontraria um dia!


Uma das impressões que tive durante a viagem foi a demonstração inusitada de amor de algumas pessoas. Algo paradoxal: estou sempre aqui, nas ruas do Marco Zero, em casa fazendo home office, ou na faculdade. Quando viajo, eis que aparecem manifestações de amor puro - o que não ocorre com frequência na situação Aline no Recife. Sei que é extremamente corriqueiro mas, que tal colar na parede do quarto "é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã."?

Em suma: indico viagens, Curitiba e chopp geladíssimo. 
E muito amor para quem merece.

22 comentários

  1. Ain, no Paraná eu só pisei por alguns minutos. Viajei para Florianópolis com minha turma do curso. Foi o que mais cheguei perto de viajar sozinha, rs aquele clima, naaaah, só de mudar os ares, melhora tudo <3

    ResponderExcluir
  2. aaaaah, você esteve por aqui. ano que vem eu vou para Curitiba para morar, tomara que quando você voltar eu te encontre ^^
    eu acho que viajar existe para isso, para gente amar mais os nossos na volta. é indiscutível o fato de que a rotina/cotidiano faz com que as coisas percam um pouco da beleza, mas, demonstrações de afeto estão por todos os lugares, olha só o que você fez no post passado, tem gente por aí protagonizando momentos que ignoramos, é como você citou: "é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã." amando a gente vê!

    ResponderExcluir
  3. Carol 100% certa! :)

    Lindas as fotos! Morri de rir com o filho sendo abduzido! Hhiauhoaiuhao
    E o menininho no ônibus também! Expressão impagável essa! :P

    ;*

    ResponderExcluir
  4. Que post lindo, estou precisando de uma viagem dessas urgentemente. Sempre tive curiosidade de conhecer Curitiba (já que é tida como cidade modelo). Acho que todas as outras poderiam pegar as coisas boas e tentar implantar por aí, qualidade de vida melhor é sempre bom... né? Adorei as fotos, Aline.

    ResponderExcluir
  5. Lindas fotos! Com certeza viajar sozinha é muito bom, a gente cresce muito. E agora que começou não vai querer parar mais :)
    Tenho muita vontade de conhecer Curitiba.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  6. É de fato uma maravilha viajar e unir trabalho com diversão. Imagino o quanto deve ter sido ótimo pegar esse friozinho do sul. Sem contar a boa educação das pessoas, muito diferente da nossa, que vivemos no nordeste do país, onde ainda existe um retrocesso nítido nesse percurso.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Curitiba <333 Estou me mudando pra lá em Dezembro! Na verdade sou mega suspeita pra falar. Eu moro em Ponta Grossa, a 100km de Curitiba, mas ia direto pra lá e acabou virando sonho meu morar lá. Enfim, é uma cidade maravilhosa, realmente bem urbanizada e com muitos eventos culturais. Vale a pena visitar sempre que puder.

    ResponderExcluir
  8. Curitiba parece que nem faz parte do Brasil, fico chocada. Ruas limpas, tudo de primeira, muito verde, paisagens naturais... Se eu for pra lá acho que nunca mais volto pro Rio na minha vida hahahahaha.

    ♥ Blog Cerejas no Topo:
    http://www.cerejasnotopo.com

    ResponderExcluir
  9. Aline!
    Vou enviar alguns postcards aqui de Londres pra algumas blogueiras.
    Aceita receber? haha
    envia seu endereço pro meu e-mail ou facebook :)
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Que fofinho. Só pra aumentar a vontade de viajar. ;~
    Adorei o café da manhã, comi com os olhos rs

    ResponderExcluir
  11. As fotos ficaram lindas. Conheço várias cidades do sul, inclusive os tres estados, mas ainda não fui a Curitiba, essas fotos me fizeram querer ir.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Descobri seu blog hoje, passeando pelos comentários do blog de uma amiga e me encantei com as fotos! Já fui à Curitiba a trabalho, infelizmente não pude ficar o fim de semana, então tudo que conheci foi o Jardim Botânico, num dia que pudemos sair mais cedo do curso, e o centro de Curitiba, onde comprei souvenirs para a família. Gosto quando as viagens podem ser curtidas, e quando estamos com nossa família, ainda desejo voltar lá com meu esposo e meu filho!
    Abraços, amei o blog!

    ResponderExcluir
  13. Aquilo é ovo mexido? Pão com ovo? Nossa, que vontade de comer pão com ovo! HAHAHAHA

    Viajar é bom demais, né??? Lindas fotos.
    ;*

    ResponderExcluir
  14. Ai que delícia de viagem! E ás vezes é bom ficar um tempo sozinha, pensar na vida e etc, faz bem!
    Adorei as fotos, viu?

    http://officialgabi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Massa, esse chop submarino é muito bom mesmo. Embaixo do copo tem escrito: "Este copo foi roubado honestamente". Perfeito.
    As fotos ficaram lindas.

    ResponderExcluir
  16. peraí...aquilo é um ônibus? Que lindão *-*

    ResponderExcluir
  17. Para começo: gostei do teu blog? (É tão dificil achar um blog cujos posts sejam realmente interessantes e o teu é mesmo interessante. Vou segui-lo, assim não perco nenhum post. xP)

    Eu não costumo vijar muito. Enjoo sempre. :X
    Mas acho que está na natureza humana querer conhecer outros lugares.

    As fotos são muito lindas. A mais interessante é a #DSC_0855 '-' (Aquela do auto-carro?)

    Beijokas

    ResponderExcluir
  18. aaaah sumida!! saudade dos seus posts, dos comentários, volta logo para cá dona Aline.

    2012 foi um ano muito bom para mim, mais no interior que exterior, eu digo. Porque sei lá, tenho sensação que nos últimos 21 anos estive fora da casinha sem sentir a minha vida sabe?! Sempre colocando minhas prioridades em segundo plano e dependendo de outrem para ter felicidade, e no ano passado descobri como ser feliz sozinha, sem necessariamente ser uma ilha também, mas mais na minha. Foi muito bom!

    Espero que o seu 2013 seja corajoso e recheado de boas oportunidades e que você não as ignore. Seja muito muito feliz!

    :*

    <3

    ResponderExcluir

E a sua opinião? (:

© Escreva carla, escreva
Maira Gall